“Luna”. Nina Ricci, 2016

Classificação: 18 valores (em 20)

Família Olfactiva: Baunilha Oriental

A minha primeira impressão foi de uma certa repulsa. Não gostei do frasco e tomei a fragrância como extremamente doce (e eu adoro perfumes doces!). Todavia, tal como faço com todos os perfumes, esperei um dia até o voltar a colocar na minha pele.

O conceito gerador deste perfume é a rebeldia, na minha opinião, de uma alma adolescente, uma princesa que gosta de quebrar as regras, romper com as tradições e os bons costumes, ser o centro das atenções, conquistar e ser tentadora. Uma jovem que cria a sua própria identidade. A melhor imagem que encontro para descrever esta sensação foi quando vi, pela primeira vez, o Black Swan do Darren Aronofsky (2010) com as geniais interpretações da Natalie Portman e da Mila Kunis. Imaginem agora a Natalie Portman (o cisne branco) como o Nina e a Mila Kunis (o cisne negro) como o Luna. É mesmo a melhor comparação!

Em 2006 (já passaram dez anos!) o célebre le nez Oliver Cresp criou o Nina a partir da versão homónima de 1987, um perfume com uma doçura muito feminina, naïve, um Floral Frutado para qualquer tipo de mulher mas, especialmente, para as mais jovens. Em 2016, a dupla Christophe Raynaud e Marie Salamagne desenvolveram o Luna como a antítese do Nina. Nunca se recomendaria este perfume a uma mulher adulta, conservadora, emocionalmente estável e com “a vida feita”.

Uma espreitadela pelos acordes que compõe esta fragrância é imperativa! As notas de topo, a primeira impressão do perfume, são constituídas por um equilíbrio entre frutos silvestres e flor de laranjeira (percebe-se agora a razão pela qual a fragrância nos parece mais “misteriosa”); os acordes de fundo, a impressão dos primeiros 5 minutos, são caramelo e perpétua (as senhoras mais velhas adoram esta planta). Os tons de coração são, como seria de esperar, dominados pela baunilha e madeira de sândalo (lembram-se do Black Opium?).

Nina Ricci Luna. Um perfume que ficará nos tops de vendas de 2016, de certeza.

P.S. Um obrigado muito especial à minha querida amiga Anne Brigitte pela ajuda que me deu a fazer esta revisão.

 

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

Up ↑

%d bloggers like this: