No.5. Chanel, 1921.

Classificação: 20 valores.

Família Olfactiva: Floral Aldeído.

O meu artigo sobre o No.5 será somente sobre a sua dimensão artística; não me interessa muito discutir a história deste quase centenário perfume, ou a sua composição ou todas as novelas e actores que rodearam o percurso do No.5. Importa-me, por agora, explicar porque considero que estamos perante uma obra de arte de perfumaria.

A minha formação académica é História de Arte e, um pouco desde sempre, foi confrontado com objectos artísticos que o são mais ou menos evidentes. Olho para uma pintura de um Rafael e vejo uma obra de arte imediatamente; o mesmo não acontece quando oiço algumas músicas, por exemplo.

Na minha opinião uma das mais sublimes formas ou movimentos artísticos do século XX foi a Art Deco, uma avant-garde que nasce e se desenvolve no início dos anos 20 em França; precisamente no mesmo contexto do No.5. Quem conhece as propostas de geometria, linhas simples, traços delicados e cores matte e fortes em todo o tipo de “substratos” – arquitectura, ourivesaria, design – reconhece facilmente como a Perfumaria dos anos 20, em França, é muito devedora dos princípios e orientações da Art Deco.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

Up ↑

%d bloggers like this: